11

OUT

“A vitrine é um diferencial em momentos de crise”, afirma profissional de merchandising

O consumo dos brasileiros vem passando nos últimos anos por momentos de instabilidade em decorrência da crise econômica pela qual o País vivenciou. A situação refletiu diretamente no setor varejista e para reverter isso é preciso inovar. De acordo com a profissional de merchandising Eliana Laimer Grazzioti a vitrine é um dos principais diferenciais nesses momentos. “O lojista precisa atrair o consumidor pela emoção. Portanto, uma vitrine que inspire esse lado emocional no cliente aumenta as chances de consumo”, afirmou.

A explicação foi dada durante o workshop “Noções de Decoração para Vitrine” promovido nesta quarta-feira (10) pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) em parceria com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC). Eliana falou sobre decoração e produtos e deu dicas de como decorar com baixo custo. Também orientou sobre cores, tempo de exposição na vitrine, bem como o que usar na decoração.

“São 365 dias no ano que seriam motivos de serem celebrados e dentre eles temos datas comemorativas fortes como Dia das Mães, Pais, Namorados, Natal, etc. Para todos esses eventos é preciso elaborar uma vitrine especial. A preocupação dos lojistas deve ser o que utilizar e da maneira certa, atrativa e com um resultado quase que 100% na venda final”, explicou.

Segundo Eliana, a principal dica para o sucesso de uma vitrine é a iluminação. “Mas não a luz meramente acesa e sim uma iluminação que faça a diferença”, salientou. A vitrinista observou que muitos lojistas acendem as luzes das vitrines somente após às 17h30 e relatam observar uma melhora no movimento depois disso. “Essa iniciativa prova que a iluminação faz a diferença e atrai o consumidor, como exemplo, temos o shopping que permanece com as luzes ligadas durante todo o dia e a constância de pessoas que entram na loja é maior”, disse.

CUSTO ZERO

Depois da iluminação a decoração aparece entre os diferenciais da vitrine, principalmente com foco nas cores. Eliana destacou, ainda, que existem lado certo para colocar os produtos de forma a atrair o consumidor. “Temos o lado esquerdo mais forte e essa é uma dica importante na hora de disponibilizar os produtos na vitrine. A principal preocupação do lojista deve ser tirar o máximo do olhar do cliente atraindo-o para dentro da loja e incentivando- ao consumo”.

A vitrinista demonstrou que é possível desenvolver uma vitrine linda com custo zero. “O lixo é literalmente o luxo. No lixo de um supermercado ou no descarte de ferro velho, por exemplo, é possível encontrar verdadeiras obras de arte e fazer muito com pouco com resultado final de altíssimo impacto. Vai muito da criatividade de cada lojista”, complementou.

O presidente da CDL Chapecó Clóvis Afonso Spohr reforçou a importância de inovar, principalmente em momentos de instabilidade econômica. “O consumidor é influenciado a comprar por meio de diferentes situações e a vitrine sem dúvidas é a porta de entrada. É preciso ir além, utilizar a criatividade, conhecer bem o perfil do público-alvo e estabelecer metas a fim de alcançar e, mais do que isso, fidelizar os clientes”.

Fonte: MB Comunicação

compartilhar