12

FEV

Entrelaço: ações sociais representam mais do que empatia

 

 

 

CDL Chapecó

Entrelaço: ações sociais representam mais do que empatia

 

 

Além de fornecer serviços para o desenvolvimento do comércio varejista, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) fomenta a responsabilidade social. O morador do bairro Presidente Médici Gregori Raap é um exemplo de que boas ações geram momentos especiais e contribuem para felicidade e bem-estar das pessoas, tanto de quem é beneficiado quanto de quem decide auxiliar.

Essa vontade de ajudar iniciou numa época marcada pelo encanto. Em 2016, Raap adotou a primeira carta na casinha do Papai Noel, mantida pela CDL Chapecó. “Fiquei surpreso quando li. Uma menina pediu uma caixa de leite e uma cesta de doce para dividir com a sua irmã. Então, resolvi adotar porque são alimentos comuns no nosso dia a dia, principalmente para a alimentação dos nossos filhos, e não percebemos a importância deles para outras pessoas. Isso me tocou bastante”, explicou.

Para facilitar o contato com cada família beneficiada, a orientação da entidade foi inserir nas cartas o nome completo das crianças, o contato e o endereço. Além de incentivar os cidadãos a entregarem os presentes. Para Raap, esse momento foi marcante. Ele relatou que no ato sentiu a importância de compreender a realidade de outras pessoas. “Fui com a intenção de tornar mais feliz o Natal dessa família, mas o efeito foi muito diferente do que eu esperava. Por fim, eu fui surpreendido por uma felicidade inexplicável”, afirmou.

Os laços afetivos foram fortalecidos e Raap tornou-se padrinho de Ana Carolina Maciel (5 anos) e de Andressa Vitória Maciel (11 anos), que no último fim de semana foram juntos comprar material escolar. Ele questionou para suas afilhadas sobre quais presentes de Páscoa gostariam de ganhar. “Uma demonstrou interesse por um estojo e a outra por uma mochila. Elas me ensinam muito sobre a importância e o valor de cada conquista e, principalmente, de cada anseio”, relatou.

De acordo com o presidente da CDL Chapecó, Clóvis Afonso Spohr, as ações com foco social enaltecem a empatia, a alegria, o amor pelo próximo e a importância de auxiliar as pessoas em relação as suas dificuldades. “Mais de 22 mil pessoas visitaram a Casa do Papai Noel entre 1º e 22 de dezembro do ano passado. Então, esse é um exemplo de todo o alcance que tivemos por meio das cartinhas. Os sentimentos expressos em cada linha nos permitiram refletir sobre o significado dos valores e da relevância em fortalecê-los e tornar esse comportamento comum”, afirmou.

Para Raap foi evidente que auxiliar e atender essas demandas são essenciais. No último Natal, ele e seus colegas de trabalho adotaram uma carta e compraram alimentos, roupas e brinquedos para outra família. “É ímpar a alegria e a pureza das crianças. Fui o grande presenteado no Natal de 2016 e em 2019 não foi diferente. Para quem nunca adotou afirmo que deve cogitar essa ação para compreender verdadeiramente o significado dessas datas comemorativas, a importância de dar atenção para as pessoas e de conhecer outras comunidades. Isso além de representar simbolicamente o amor e de nos fazer bem, também contribui para a nossa evolução”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: MB Comunicação

compartilhar